Buscar

Adulto no automático?

www.montessoridaycare.com.br

Projeto Dourado para crianças com Síndrome de Down



Você está com o dia a dia ligado no automático?

Seu trabalho e afazeres diários estão deixando você observar o que a sua criança anda assistindo, aprendendo e imitando?

Existem crianças que estão imitando comportamentos inadequados, e de onde elas aprendem?

Será que sua criança precisa tomar remédios e frequentar assiduamente médicos e terapeutas frequentemente?

Ouse pensar no assunto, estudar, reavaliar, pratique novos comportamentos em casa e na escola, procure a natureza e a qualidade de vida, saia do automático e traga sua criança para uma realidade nova e saudável, Tenho certeza que você se surpreenderá !!!

O psicólogo canadense, Albert Bandura (1925-1988) realizou experiências onde crianças assistiam vídeos de adultos agredindo um boneco “João Bobo”, e em seguida eram colocadas numa sala com alguns brinquedos e também o referido boneco. Constatou-se que 90% das crianças apresentavam as mesmas atitudes do adulto em relação ao tal boneco, confirmando assim, que a experiência de outros podem conduzir à aquisição de novos comportamentos.

Para Bandura, a aprendizagem por observação, ou aprendizagem social, ocorre pela observação dos comportamentos daqueles com quem convivemos (pais, irmãos, amigos, professores). Bandura designa por modelação ou modelagem o processo de aprendizagem social feito com base na observação e imitação sociais.

Em meados de 1990, na Universidade de Parma, Giacomo Rizzolati e seus colaboradores, descobriram neurônios no cérebro que são responsáveis por esta aprendizagem por imitação, os neurônios-espelho. As pessoas, crianças e até mesmo animais podem aprender observando e imitando os outros.

Entretanto, aprendemos não somente com aqueles que estão presencialmente, podemos aprender virtualmente também, um exemplo disso é a tal “Galinha Pintadinha” que serve de babás para muitas crianças. Também há o enorme repertório de filmes, novelas e comerciais que estão a modular muitos neurônios-espelho por aí.

Texto: Simone Galvão de França Simone Galvao de França


Inspirado em Pesquisa e texto de Ana Hennemann

Referência Bibliográfica:

BANDURA, Alfred. AZZI, Roberta. POLYDORO, Soely. Teoria Social Cognitiva: conceitos básicos. Porto Alegre: Artmed, 2008.

LA ROSA, Jorge. Psicologia e educação: o significado do aprender. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2003.

3 visualizações0 comentário